Ana Kesselring


A artista vem desenvolvendo um trabalho que se foca na compreensão e representação de uma noção de corpo expandido. O corpo, no caso de sua pesquisa, engloba o humano - na maior parte das vezes feminino -  mas também o corpo animal, vegetal e mineral. Buscando maneiras de amalgamar esses elementos diversos, de forma a refletir a interdependência dos corpos do mundo e a interligação de todas as espécies viventes. Os trabalhos são constantemente fragmentados, de forma a evidenciar uma vontade de unir, mas também a dificuldade para tanto, os corpos do mundo.
Ana Kesselring usa várias técnicas, cerâmica, gravura, pintura, desenho, fotografia.

Info
Trabalhos
Exposições
Textos
Imprensa
CV
Email
Instagram

Ana Kesselring


A artista vem desenvolvendo um trabalho que se foca na compreensão e representação de uma noção de corpo expandido. O corpo, no caso de sua pesquisa, engloba o humano - na maior parte das vezes feminino -  mas também o corpo animal, vegetal e mineral. Buscando maneiras de amalgamar esses elementos diversos, de forma a refletir a interdependência dos corpos do mundo e a interligação de todas as espécies viventes. Os trabalhos são constantemente fragmentados, de forma a evidenciar uma vontade de unir, mas também a dificuldade para tanto, os corpos do mundo.
Ana Kesselring usa várias técnicas, cerâmica, gravura, pintura, desenho, fotografia.

Trabalhos
2021
Anonymous

2020
Relicário
Nas Junias
Aquiles Sangrando Bic
Sem Título IV

2019
Confissões Barrocas
Cogito
Redenção

2018
Memória Celestial Empilhada

2017
Sem Título II
Sem Título III
Oferenda Macabra
Corpo Estranho Corpinho
Coraçao de Boi Contendo
Coluninha
Carapaça
As Varíneas

2016
Corpos do Mundo
Anatomia
Sem Título I

2013
As Bucólicas

2012
Eva

2011
Corpotopias
Guilhotinada

2010
Corpotopias
De Veias, Formas e Rios

2009
Corpotopias
Flor de Sangue

2008
Corpotopias

2007
Corpotopias

2006
Vestigios, Remains

2005
Terra Incógnita 
Paisagem Empilhada

2004
Telas Negras

2003
Utopias

2000
Paisagens

Exposições
2022
Algae Odyssey, Museu de História Natural e da Ciência, Laboratório de Química Analítica, Lisboa

2018

Arco Xabregas, Lisboa
Corpos Estranhos, Paço
Imperial, Rio
de Janeiro

2016
Ar.Co Lisboa
Ar.Co Almada

2015
Da Escrita, Delas, Elas, Museu da República, Rio de Janeiro
Corpos do Mundo, DConcept Escritório de Arte, São Paulo

2013
Portes Ouvertes, Atelier Ana Kesselring, Paris

2009
Mundo sem Molduras, MAC USP

2008
Corpotopias, Gravura Brasileira, São Paulo

2007
Corpotopias,
Galeria Sycomoreart, Paris

Corpotopias
Cité Internationale de Arts, Paris

2006
Vestígios, Remains, FAAP, São Paulo

Textos
Corpos do mundo
Regina Johas 2021


Ana Kesselring – Corpos estranhos
Ligia Canongia

Corps du Monde (Corpos do Mundo)
Fabiana de Moraes

O que é uma Corpotopia?
Henrique Marques-Samyn

Entrevista
Ju Chohfi

Tese de Mestrado, Universidade Paris 8 :
La construction de l’image dans l’oeuvre de Kiki Smith - du pli à la peau, de la peau à l’empreinte - quand les corps du monde s’entremêlent.

Imprensa

Info
CV

Email
Instagram